09
mar
10

O Poder do Fetiche

Inicialmente o termo fetiche foi usado para designar objetos religiosos ou mágicos, encontrado em culturas africanas ou em outras culturas não ocidentais. Em 1888, o Dr.Alfred Benet ampliou o significado, denominando fetiche como sendo todo objeto que despertasse o interesse sexual.

Partes do corpo, como por exemplo, os pés, são considerados grandes fetiches. Existem homens que têm uma verdadeira adoração por pés femininos. Ficam loucos de desejo só de admirar um belo pé em um sapato bem feminino ou mesmo em uma bela sandália.

Além dos pés mexem também com a cabeça dos homens os seios, o bumbum (principalmente os das brasileiras). No meu conceito, as curvas femininas podem ser consideradas grandes fetiches.

Além das partes do corpo que para alguns sexólogos são chamados de “parcialismo” (interesse centrado em partes do corpo), o fetichismo para esses sexólogos refere-se a objetos inanimados que despertem desejos sexuais.

Já os estudiosos do assunto não fazem distinção. Praticamente todos conhecem o fetichismo dos pés, mas os especialistas referem-se a parcialismo dos pés. O fetichismo e o parcialismo quase sempre são interesses masculinos, as mulheres são mais interessadas em fantasias sexuais.

Fetiches mais comuns

– Luvas compridas, principalmente as pretas.

– Cinta-Liga.
– O clássico casaco de pele, que ficou famoso pelo escritor Leopold Von Sacher Masoch, no seu livro “Vênus de Casaco de Pele”. Nele o autor descreve sua fantasia: ser dominado e chicoteado por uma mulher vestida só com um casaco de pele.

– Sapatos e botas de salto alto. Considerado um dos fetiches mais famosos o sapato geralmente tem o salto agulha e o bico fino. Já as botas de cano alto usadas com saias curtas mexem muito com o imaginário dos homens. Principalmente se forem de verniz ou de vinil.

– Meias 7/8 e meias arrastão;

– Tecidos como o couro. Roupas de couro principalmente pretas. Um belo vestido ou saia de couro levam muitos homens ao delírio. Assim como a calça comprida em um belo corpo.

– Vinil. Tecido que mexe muito com a fantasia masculina. É bastante usado pelas prostitutas. Uma mulher vestida assim passa a impressão de ser ótima de cama.

– Cetim. Tecidos de cetim e veludo são fetiches quando usados lingeries como calcinhas, corpetes.

Os fetiches parecem ser quase exclusividade dos homens, as mulheres preferem mais as fantasias sexuais. Seja como for, o fetiche é saudável para o relacionamento desde que haja sempre um equilíbrio e seja bom para o casal.

Fonte: de Fátima Mourah, para Viamulher.


0 Responses to “O Poder do Fetiche”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: